Equilíbrio

A pandemia não pode, nem deve ser usada de desculpa para todo o tipo
de legislação, acção ou reacção, no entanto também não deve ser usada
para a não aplicação destas de forma consciente, equilibrada e justa.

Posto esta primeira nota, e depois de mais um fim-de-semana em que
houve, vamos apelidar de “problemas”, para os meus sensíveis, numa
praia (pelo menos que tenha passado nas notícias da TV) em que há claramente desobediência às regras e normas implementadas. Apesar de achar que nem todas são as melhores e mais correctas, pois estão a dizer-nos que temos de manter distanciamento social de 3m nas praias, mas nos transportes já se pode ir sentado, lado a lado! A primeira coisa que me ocorre é que, se calhar nos locais ao ar livre é que haverá possível contágio, pois nos restantes não há essa possibilidade.

No entanto, este não é motivo para prática de vandalismo, disputas entre
grupos e outros que tais.

Este período criou condições para que alguns temas, assuntos e problemas
passassem para um 2ºplano na sociedade em geral. Temas esses como prevenção da chamada “época de fogos” ou a água disponível para os vários
usos. Estes só irão regressar quando realmente se fizerem sentir!

Estes e outros temas não devem de deixar de serem tratados, pois as consequências poderão ser ainda mais nefastas que esta pandemia. A informação deve ser uma preocupação de todos, mas não deve sobrepor-se ao resto, nem monipolizar os temas.

O equilíbrio, como é facilmente visto na natureza, é a chave de tudo.

João Vinagre
CDS Almeirim

.