Santos de Casa

Após o anúncio do investimento na requalificação, e reabilitação das antigas instalações da GNR, JFAlmeirim, e posteriormente do Tribunal, muito sinceramente, pensei que alguém ligado ao executivo, iluminasse as mentes de que essa não será uma boa opção. Afirmo isto, pois estamos a falar de um edifício sem espaço livre, aberto, zonas verdes e parque. Pior, no meu ponto de vista, é querer “enganar os tolos”, mostrando que haverá um pátio num terraço. Com mais esta obra, parece que cada vez mais querem transformar Almeirim nunca “cidade” grande, onde tudo é edifícios altos e fora de contexto! As características que a Villa d’Almeirim tinha e que ainda lhe resta, é delapidada, constantemente com este tipo de ideias. Não haveria outro uso para o edifício, como por exemplo ser definitivamente a sede da Junta, ao invés de andarem a saltitar de imóvel em imóvel e alugarem. No entanto, nem tudo é mau, pois houve alguém, no executivo, que pensou (e bem) em usar os recursos camarários, sejam em equipamentos como em pessoal, e por forma a diminuir os custos (espero que assim seja), estão a usar para construção das infraestruturas da circular
urbana.

Gostava, muito sinceramente, que os cálculos que foram feitos para o dimensionamento das condutas de águas pluviais, tenham sido bem calculados, a fim de evitar erros que se verificam em outros locais. O tempo o demonstrará! O provérbio diz, “Santos de Casa não fazem milagres”, mas
veremos o que aí virá e o que ficará!

João Vinagre
CDS Almeirim

.