Não há soluções, há caminhos: 18 setembro

As chamadas conversas de surdos são muito tristes porque revelam pessoas e grupos fechados no seu castelo. Instalam-se na sua opinião subjectiva e até parece que não há desejo de se aproximarem de uma verdade mais pensada e confirmada. Sobre isto e aquilo, eu cá tenho a minha opinião!… Mesmo triste é ouvir tantas “autoridades” sobre a educação, a escola, a saúde. Nós sabemos, nós dizemos, é assim! E se não acertam com a realidade, tanto pior para a realidade!
Vasco P. Magalhães, sj
ONDE HÁ CRISE, HÁ ESPERANÇA
Um pensamento para cada dia: ver em tudo o que acontece uma oportunidade de crescimento.

.