Não há soluções, há caminhos: 13 fevereiro

Conta-nos o Evangelho que Cristo via os ricos dar esmolas, e eram só os restos do que lhes sobrava… Mas ele viu também uma pobre viúva abrir a bolsa e dar do que tinha para comer. E disse: “Esta deu mais do que todos os outros juntos. Eles despejaram sobras, mas ela partilhou a própria vida.” É essa forma sublime de partilha, própria dos pobres, que precisamos de aprender e cultivar.
Vasco P. Magalhães, sj
NÃO HÁ SOLUÇÕES, HÁ CAMINHOS
365 vezes por ano não perguntes porquê, mas para quê.

.