Greve pode fechar escolas e outros serviços públicos

Os funcionários públicos vão cumprir uma greve nacional nas quinta e sexta-feira, dias 14 e 15 fevereiro, o que deverá ter um grande impacto nos setores da saúde, educação, finanças e autarquias, podendo levar ao encerramento de escolas e deixar lixo por recolher.

Na base do protesto, para os sindicatos da CGTP e da UGT, está o facto de o Governo prolongar o congelamento salarial por mais um ano, limitando-se a aumentar o nível remuneratório mais baixa da administração pública, de 580 para 635,07 euros, na sequência do aumento do salário mínimo nacional para os 600 euros.

(em atualização)

.